quinta-feira, 10 de julho de 2008

Orgasmo (s)


Hoje foi um daqueles dias em que pude dormir até tarde e acordei molhadinha, vesti umas cuequinhas pretas de renda de fio dental com o firme propósito que fosse o Sol a tirá-las quando chegasse ao final do dia.
Cuidei da casa com um vestidinho curto preto, como uma boa dona de casa, mas a minha imaginação não parava de me imaginar a provocá-lo indecentemente.
Com a aproximação da chegada do meu Sol minha excitação crescia exponencialmente e a minha humidade também, de tal modo que quando ele chegou fui-o esperar à porta e atirei-me nos seus braços e beijei-o. Ele leu no meu corpo o que eu queria e nos meus olhos exactamente o que eu desejava. Entreguei-me aos seus cuidados, aos seus hábeis dedos e à sua ágil língua que me deu um orgasmo de parabéns formidável. Daqueles em que se subo numa nuvenzinha ao céu sentindo-me única, especial, amada e vejo o Sol e todo o Universo lá de cima e os sentidos parecem ficar mais despertos para abarcar tais sensações e os olhos choram com a emoção da beleza que contemplam no momento... e desço devagar na mesma nuvenzinha totalmente consolada para respirar fundo e abraçar bem forte aquele que continua a fazer-me sentir intensamente mulher e imensamente desejada.
Os carinhos continuaram e um novo orgasmo inesperado surgiu com o meu Sol bem dentro de mim, a acariciar-me por dentro continuando os carinhos e os cuidados de há momentos e fazendo-me voar nas suas asas de voo picado ritmado e intenso.
Estes foram o nosso presente um para o outro que nos deixaram muito bem dispostos e com a certeza que devia ser registado para a posteridade, por isso aqui fica a memória de mais um momento único do nosso Amor.

2 comentários:

loan calc disse...

That is very nice idea.


loan calc

Mimo Azul disse...

:P
E que o vosso amor seja sempre assim digno de registar!!!

Parabens aos dois :)

bjca xL