terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Desejamos...


Um Natal fabuloso para todos aqueles que partilham tantos momentos connosco.
Um 2009 cheio coisas boas.
E bons eclipses sempre.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Queres ter sempre que fazer?


Compra uma casa.

Os trabalhos de casa nunca se acabam...
Ou eu gosto das coisas limpinhas demais, ou está sempre tudo sujo e passo a vida a limpar.
Ás vezes fico tão cheia de tanto lixo que apetece-me não limpar, mas a verdade é que não consigo viver num local onde o pó se acumula e dança ao meu redor quando passo.
Será isto um defeito???

sábado, 20 de dezembro de 2008

Hoje estamos assim...



Alguém que nos é muito querido está internado em isolamento no hospital, pode não vir a casa para o Natal... e em poucos momentos o sonho esperado de um Natal em conjunto é ameaçado e tudo o resto toma o seu lugar insignificante e damos connosco a desejar algo tão simples para o Natal como a simples presença de estarmos uns com os outros.

Esperemos que tudo se resolva até lá, que tudo não passe de um susto e a saúde saia vencedora porque se o contrário acontecer espera-nos (a toda a família) um verdadeiro pesadelo!!!

Uma questão de lugar


Num destes dias o Sol foi às compras e chegou em casa surpreso e indignado.
Sol: Tu sabias que o Castelo Branco editou um CD de música?
Lua: Não sabia. Deve ser de chorar e não querer nunca mais.
Sol: E tu sabes que o pior de tudo é que o CD estava ao lado de grandes artistas Portugueses como o Tony Carreira, o Emanuel e o Toy (diz ironicamente). Isto é um escândalo!
Lua: Estão querias que o CD não fosse vendido? Se calhar ele pagou bem para o introduzirem no mercado.
Sol: Eu só acho que a ser vendido deveria estar na secção de produtos de W.C., mais propriamente junto aos rolos de papel higiénico, ou melhor, podia ser oferecido na compra de 24 rolos e assim as pessoas podiam ouvir o CD na casa-de-banho e podiam literalmente "Cagar para ele"
Lua e Sol: lololololololololololololololololololol

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Mundos paralelos


Hoje tive, mais uma vez, a certeza que existem mundos paralelos ao meu que desconheço e não compreendo. Mundos complicados onde as relações humanas estão trocadas, invertidas, ameaçadas; onde os valores e princípios norteadores parecem ser outros bem mais mundanos, terrenos e efémeros; e que continuam a surpreender-me.
Vivo sem dúvida num mundo à parte, num mundo paralelo, que coexiste no tempo e no espaço com os demais mas que é radicalmente diferente e para mim bem Mais Feliz.
Vivo num mundo onde reina o Amor, onde Deus existe e é um amigo de todas as horas.
Vivo num mundo onde tenho a certeza que Amo e sou Amada e isso me basta.
Vivo num mundo onde valores como a família, o trabalho, a cidadania, a lealdade, a amizade, a disponibilidade e respeito para os outros ainda fazem parte do meu vocabulário.
Vivo num mundo só meu e tenho consciência disso, e é por isso que muitas vezes sou excluída de muitos contextos porque neles dominam outros mundos e outros valores que a mim são secundários ou terciários.
Vivo num mundo que muitos não acreditam que existe e por isso enveredam por mundos paralelos mas este blog, este testemunho, esta confissão são a prova de que existe um mundo feito de/ e por Amor.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Gestos de Amor


Eu creio que a grande maioria dos homens nem imaginam o quanto uma mulher trabalha ao longo de um dia, as coisas que passam pelas suas mãos e que ela limpa, lava, arruma, passa, cozinha,... transforma em gestos de Amor, que tantas vezes passam despercebidos...
Cada vez admiro mais as mulheres que trabalham fora de casa, num mundo de trabalho cada vez mais exigente, que são donas de casa, e a gerem com a mestria de um gestor e com o cuidado da melhor empregada doméstica, cuidam dos filhos com carinho pensando em cada pormenor e ao fim de tudo isto ainda têm força e disponibilidade para fazer Amor com o seu marido.
Por tudo isto hoje decidi homenagear as mulheres que vivem transformando a realidade, o quotidiano, o dia-a-dia de quem Amam para o tornar mais ameno, mais suave e mais bonito. Para mim estas mulheres são as minha heroínas dos dias de hoje que conseguem ter tempo para tudo e Amam sem medida.
Por isso caros maridos Amem, cuidem, ajudem e admirem as vossas esposas e sejam compreensivos com elas nos dias em que estão cansadas, revoltadas, resmungonas porque se a vossa vida não é fácil e vida da mulher que têm ao lado é mais difícil ainda.

Um abraço grande a todas as mulheres minhas heroínas.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Admiração


Hoje se me perguntassem quem é a pessoa que mais admiro na minha vida eu vos diria sem sombra de dúvida que é o meu marido, o meu companheiro, o sol da minha vida.
Apesar de ainda ser jovem já provou ser abençoado por Deus quando se salvou de uma meningite grave ainda em criança. Já provou ser corajoso quando arriscou tentar conquistar-me e saiu vencedor. Já provou ser lutador quando decidiu tirar um curso superior à noite após um dia de trabalho pesado e hoje é licenciado a caminho do mestrado. Já provou mesmo antes de o ser que será um bom pai ao ouvir de uma miúda dos seus exploradores dizer-lhe que adoraria tê-lo como pai. Já provou ser um ser cativante que encanta e conquista toda a gente.
Eu sou apenas mais uma conquista, creio que a mais difícil e importante, da sua vida.
Eu sou a mulher mais orgulhosa do mundo quando ele pela mão me ensina como agradecer a Deus por ser abençoada, me ensina a ser corajosa, me ensina a ser lutadora ...
Admiro profundamente este ser fantástico que Amei desde o primeiro momento mesmo sem saber ainda o que era Amar. Admiro-o e Amo-o cada vez mais...

MEO


O comando não é meu :-)
Isto porque nós não vemos televisão, mas como para termos uma internet com largura de banda suficientemente, grande para o Sol se poder expandir, trabalhar e estudar, lá mudados nós. Eu só gostei das chamadas ilimitadas e gratuitas para a rede fixa, e assim posso falar quanto quero com a minha rica mãe. De resto até agora não estou muito satisfeita pois a rede falha bastante, o preço vai ser muito caro visto não vermos televisão e não terem pacote opcional sem televisão e os papeis do contracto são super-complicados. Deixem-me dizer-vos que era quase preciso tirar um curso para preencher a resma de papel em que consistia o contracto, até ao dicionário tive de ir! Tenho pena daqueles que não tiveram as mesmas oportunidades que eu para estudar porque em todos os momentos, até ao preencher um papeis da internet são inferiorizados pois quem faz estes documentos não facilita a vida a ninguém. Na minha formação de base ensinaram-me que devemos dar a informação ou fornecer documentação que as pessoas a quem nos dirigimos possam perceber e saber ler e preencher. Ora eu creio que muita gente que trabalha nestas instituições de topo deve ter faltado a estas aulas. Na minha modesta opinião estes documentos deveriam ser preenchidos pelos técnicos instaladores, na presença dos clientes. Mas a atender pela falta de cultura dos técnicos, e à rapidez com que tentaram despachar o serviço não têm ou não querem ter tempo para estas coisa de humanização dos serviços.

Tanta publicidade para tão pouca atenção aos pormenores que fazem realmente a diferença!

Obrigada por ouvirem o meu desabafo, mas porra, tenho ou não tenho razão???

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Um colo do tamanho do mundo...


Ontem depois de um dia de desilusões profissionais precisava de um colo do tamanho do mundo... e foi precisamente isso que o meu Sol me deu :-)

Obrigada Meu Abrigo:

pelos teus carinhos por dentro e por fora,
pelas tuas orelhas XL de Dumbo (com toda a paciência para me ouvires),
pelos teus olhos XS (que reduzes sempre os meus defeitos),
...

Obrigada por seres sempre o meu Porto Seguro:

Ontem,
Hoje,
e Sempre.


Eu AMO-TE

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Ser caminho para...


Ainda me encontro em fase de recuperação da minha gripe, obrigada pelo carinho e conselhos que segui à risca:-)
Andamos muito atarefados com as actividades dos grupos e movimentos a que pertencemos, eu encontro-me a preparar-me interiormente e as bagagens para o próximo convívio e o Sol encontra-se a preparar a feira de artesanato na qual os escuteiros vão participar.
Vivemos a correr mas vivemos felizes porque nos sentimos instrumentos de Deus, servos inúteis, trabalhadores da sua messe.
Na verdade a nossa recompensa não é deste mundo mas a nossa alegria de ser caminho para...DEUS é inexplicável, indescritível, inexpressível. Só quem serve consegue sentir esta alegria que é ver nos rostos, no olhar, e no sorriso das crianças, jovens ou adolescentes o Amor transformador do Pai.
Sigam o exemplo de serviço que o J.C. (Jesus Cristo) nos deixou, vão ver que não doi nada, só nos traz alegrias!!!

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Gripe


Olá pessoal!
Eu estou cá com uma gripe que nem vos digo nem vos conto, o Sol anda todo atarefado com os trabalhos do mestrado que lhe tem posto a cabeça em água, de modo que o tempo e a disponibilidade para postar não têm sido muitas como podem imaginar.
Eu vou seguir a sábia receita popular para curar as gripes "Avinha-te, abifa-te e abafa-te" e vou continuar a dar apoio ao Sol que tem andado um pouco desanimado.
Perdoem-nos a ausência.

Um abraço e muita saúde física e mental para todos

Lua

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Ser Mãe...


Nutro o sonho de ser mãe já há muitos anos e agora que esse sonho se vai tornando possível a vontade cresce cada vez mais. Todos os dias penso nisso como se fosse um apelo da natureza que diz "chegou a hora"... mas a verdade é que a hora biológica nem sempre coincide com outras horas e por isso se vai adiando este sonho.
Quero tanto ser mãe que até as lágrimas me vêm aos olhos a escrever-vos estas palavras, quero tanto um fruto do nosso Amor, quero tanto senti-lo crescer dentro de mim, quero tanto aprender a ser mãe de uma estrelinha ao lado do meu Sol...
Acho que vamos ser os papás mais felizes do mundo quando este sonho se tornar realidade! Até lá vamos sonhando e esperando que todas as horas se acertem para dar à luz uma nova LUZ para a nossa vida.

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Fim-de-semana radical


Este fim-de-semana fomos com um casal amigo fazer um percurso pedestre e sem dúvida que adoramos o contacto com a natureza, respirar ar puro e sentirmo-nos pequeninos no meio da beleza daquilo que nos rodeia.
Embora o tempo não tenha ajudado muito, o que nos obrigou a regressar mais cedo, foi muito bom lá ter estado e sobretudo estar com aquele que é a LUZ da minha vida.

Bons eclipses e boas caminhadas

Lua e Sol

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Mais um mês...

De vida partilhada, de companheirismo, de dedicação, de carinho, e de muito, muito Amor.

Deus te guarde sempre assim...
Tudo para mim. no nosso mundo de cartão, pois nele sou Feliz...

Beijo enorme da tua

Lua

video

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Aniversário de casamento

Que existam sempre muitos e bons motivos para festejar...


01 ano - Bodas de Algodão
02 anos - Bodas de Papel
03 anos - Bodas de Trigo
04 anos - Bodas de Cera
05 anos - Bodas de Madeira
06 anos - Bodas de Perfume
07 anos - Bodas de Lã
08 anos - Bodas de Cobre
09 anos - Bodas de Cerâmica
10 anos - Bodas de Estanho
11 anos - Bodas de Aço
12 anos - Bodas de Seda
13 anos - Bodas de Linho
14 anos - Bodas de Marfim
15 anos - Bodas de Cristal
16 anos - Bodas de Safira
17 anos - Bodas de Rosa
18 anos - Bodas de Turquesa
19 anos - Bodas de Cretone
20 anos - Bodas de Porcelana
25 anos - Bodas de Prata
30 anos - Bodas de Pérola
35 anos - Bodas de Coral
40 anos - Bodas de Rubi
45 anos - Bodas de Platina
50 anos - Bodas de Ouro

60 anos - Bodas de Diamante
70 anos - Bodas de Cobre
75 anos - Bodas de Brilhante
80 anos - Bodas de Carvalho

E se houver quem comemore mais aniversários de casamento... resta-nos respirar bem fundo e dizer... PARABÉNS!!!

in: http://www.e-noivos.com/content/articlesDetailFo/176/as-bodas.html

As de algodão já lá vão e foram magníficas por terras Italianas, venham as próximas: De Papel.

O sorriso mais lindo do mundo...



O teu sorriso...
ilumina o meu dia
dá brilho ao meu olhar
alegra a minha vida
faz-me feliz a cada momento.

Quando a esse sorriso lindo
juntas o teu olhar meigo
a tua expressão apaixonada
e o teu toque carinhoso,
toda eu sou imensamente FELIZ.


Dedico este poema espontâneo que brotou do seu sorriso aquele que é muito mais do que o meu maridão, que é muito mais do que meu companheiro, que é muito mais do que meu namorado,... ele é o meu próprio sorriso.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Apaixonei-me por uns baguinhos...


Olá amigos!

Ao vaguear pela net encontrei o blog dos "baguinhos de arroz" que já acrescentei aqui ao lado. O retrato de uma família feliz com os seus precalços e peripécias com quatro filhotes, uma família tal qual nós queremos com um pai e uma mãe apaixonados um pelo outro e pelos seus quatro filhotes que são amigos entre si. Até a probabilidade de termos gémeos è grande, por isso, quem sabe se até nisso os conseguiremos imitar.
Esperemos que Deus nos ajude a ter quatro filhotes saudáveis, e a formarmos uma família ainda mais feliz com eles. Também gostava de ser mãe a tempo inteiro como a Rita mas os rendimentos, para já, não dão para isso. Assim sendo, não sei como poderemos ter quatro filhos comigo a trabalhar em horários rotativos num emprego que me deixa velha a cada dia que passa. Mas isso é um problema para o J.C. resolver, a nós cabe-nos a tarefa de os desejar, cuidar e Amar, o resto Deus providenciará. Acredito muito nisto e é a isto que me agarro para continuar a ter esperança e a desejar muito os nossos quatro filhotes, que até já têm nome e tudo.

Espero que se encantem como eu por estes baguitos.

Beijos

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Um moínho muito muito muito longe


Este fim-de-semana rumamos a um moínho muito muito muito longe...
Lá encontramos um cantinho do paraíso onde o correr das àgua, o colorido da paisagem Outunal em contraste com os vasos bem cuidados, o cantar dos pássaros, o azul tão azul do céu, o silêncio, a escuridão, o friozinho das serras, o cheiro e o som das folhas secas calcadas,o crepitar da lareira e o Amor nos levou a uma outra dimensão onde o tempo não tem horas e o espaço reduzia-se aqueles poucos metros em volta do moínho. É preciso tão pouco para sermos felizes!!!
Foi um retemperar de humores e energias para o bulício citadino e já sonhamos com a próxima vez que possamos fugir novamente em busca de paz.

Um abraço enorme

Lua e Sol

P.S. Hoje até o tempo chora o fim das férias e o início do trabalho pesado.

sábado, 18 de outubro de 2008

"Quanto mais pequeno um Amor se faz maior ele é"


Cada vez mais compreendo o alcance e a verdade desta frase... há medida que o tempo vai passando, e a vida partilhada vai somando meses, há quem entre na rotina e há quem entre nos pormenores. Creio que fazemos parte do segundo grupo, que encontrou formas pequeninas, minúsculas, quase microscópicas de demonstrar, de transmitir, de dar Amor.
São estas pequenas coisas que fazem a diferença no nosso relacionamento, e que me conseguem arrancar sempre um sorriso, por mais exausta que me encontre.
Nestas pequenas coisas consigo encontrar sempre razões para sorrir e acreditar que vale a pena viver assim :-)

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Precalços e Contratempos


Todos os sonhos têm sempre a sua cota parte de realidade, que nos atiram de volta para a terra, e nos teimam em fazer acordar, como foi o caso: das constantes maratonas em busca de uma casa-de-banho (onde todas são pagas), a diarreia seguida de obstipação,o esquecimento de um vestido num hotel (que não foi recuperado), as longas horas de viagem de camioneta (que nos davam cabo das costas), e a famosa pasta... ficamos cheios de massa até às pontinhas dos cabelos, e já fiz promessa de não fazer massa cá em casa nos próximos meses.

Enfim, nada é perfeito mas quando se pode dizer que foi "quase perfeito" já é muito bom!!!

Beijos, abraços e nenhuma pasta.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Um sonho de viagem...


Regressamos da nossa viagem de sonho por terras de Itália e vimos encantados com o museu a céu aberto que é este país.
Maravilhados com a imponência das igrejas, encantados com a genialidade das obras de arte, surpreendidos com a qualidade de vida das pessoas há tantos séculos atrás, embasbacados com os seus conhecimentos científicos que proporcionaram muitas das nossas engenhocas modernas, enriquecidos com a beleza das paisagens com que fomos presenteados,enamorados cada vez mais um pelo outro.
A nossa viagem que começou em Milão, passou por Sermione, Verona, Veneza, Pádua, Pissa, Luca, Florença, S. Gimignano, Sena, Assis, Nápoles, Capri e terminou em Roma.
Em todos os locais vi arte, cultura, paisagens que me emocionaram de diferentes formas, é difícil escolher uma só para vos dizer o que gostei mais. O que vos posso dizer com certeza é que vi muitas obras de arte mas nenhuma que se comparasse com o meu Homem, o mais belo "David" debaixo do Sol!!!
Creio que o que mais gostei desta viagem foi mesmo a companhia, o poder ter visto e sentido tudo isto com quatro olhos e dois corações, o ter podido partilhar cada ângulo, cada emoção, cada segundo com o meu companheiro de vida, o meu homem, o meu marido, o meu Sol.
Obrigada por me teres proporcionado esta viagem de lua-de-mel (pois como tu dizes lua-de-mel é sempre que um homem quiser e a mulher deixar:-) e obrigada sobretudo pelo teu Amor que ampliou meus horizontes e aumentou o meu coração para te poder Amar sempre cada vez mais...

Eu Amo-te

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Dotes culinários


Sempre gostei de fazer doces, de adoçar a vida das pessoas, de lhes dar através de um pedaço de bolo um pedaço de alegria, de contentamento,..., de carinho.
Aqui vos deixo como forma de partilha o bolo que mais sucesso tem do meu livrinho de receitas (que um dia vou pensar em publicar), experimentem e recebam este carinho que vos deixo.

Tarte de maça


Ingredientes:
- 125 g de manteiga (ou margarina)amolecida ou líquida
- 125 g de açúcar
- 200 g de farinha
- 3 ovos inteiros
- 1 colher de chá de fermento
- 1 colher de sopa de leite frio
- sumo de limão
- maças q.b. (quanto baste)
- canela q.b.

Preparação:
- Unte uma tarteira, com fundo amovível, com manteiga e peneire com farinha;
- Bata as claras em castelo e reserve;
- Junte ao açúcar a manteiga e bata até ficar um creme homogéneo;
- Junte pouco a pouco as gemas, a farinha com o fermento, e o leite;
- Mexer tudo muito bem e adicionar o sumo de limão para dar gosto à massa;
- Juntar as claras em castelo e mexer bem;
- Deitar tudo na tarteira previamente preparada;
- Descascar as maças e cortá-las aos gomos e estes em fatias fininhas;
- Disponha-as sobre a massa em círculos concêntricos de forma a cobrir toda a superfície do bolo;
- Polvilha-se com açúcar e canela a gosto e vai ao forno pré-aquecido a 180º cerca de 30 a 45 min (colocar a meio do forno);
- Ir espreitando o bolo, e quando parecer cozido por cima, testar com um palito a consistência interna, se o palito sair seco o bolo está pronto e pode-se desligar o forno;
- Deixar ainda alguns minutos o bolo no forno e retirar;
- Desenforme a parte lateral da tarteira e colocar o bolo que fica sobre a base da tarteira sobre o prato de bolo;

E voilá, bom apetite!!!

P.S. Nesta receita também se pode substituir a maçã pela pêra.

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Paixão por escrever


Já aqui referi várias vezes a minha paixão por escrever desde que era adolescente, sempre gostei de escrever, de passar para o papel tudo aquilo que me ia no coração.
Hoje ao folhear um caderninho antigo encontrei este texto que me encantou e que aui vos deixo:

"Vou contar-te toda a minha vida...
Dir-te-ei quem sou para me conheceres...
Sei que vai ser difícil porque nem eu mesma me conheço. Não sei quem sou, de onde venho, para onde vou. Acredito em algo maior que nós. Acredito que se estamos cá, por algum motivo é. Mas será que quando vimos ao mundo já temos um destino? Será que alguém guia nossos passos? Acredito mais no invisível do que no visível, acredito mais nos sentimentos do que no corpo. Sigo o meu coração que aprendi a colocar acima da cabeça, porque esta falha, e o que o coração contém, invisível, esse nunca se apaga.
Sou muitas coisas mas não sou coisa nenhuma, se algo sou, sou-o para e pelos outros, por mim só, não vale a pena lutar.
Sou acima de tudo muito complicada e controversa, diria simplisticamente que sou mulher e isso basta, mas eu sou mais complicada que uma simples mulher por isso não creio que me irás conhecer no final destas linhas mas vou tentar...
Não gosto de falar de mim, gosto de pensar escrevendo e escrever pensando, há muitos anos que o faço e isso tem-me ajudado muito a crescer, a evoluir...
Sei que tenho uma relação simbiótica com a caneta difícil de encontrar mas sei também que o que escrevo não tem a qualidade, a quantidade, o rebusque e a elaboração de outros mestres. Na verdade eu gosto é desta simples e singela liberdade onde ninguém manda ou comanda e que possivelmente ninguém vai ler. Gosto do compromisso com a folha branca, de a deixar bela e de lhe dar utilidade.
Sei que a nossa vida só tem sentido se no final dela tiver pelo menos plantado uma árvore, tido um filho e escrito um livro, mas acredito que se compensares nos filhos ou nas árvores ou nos livros possas dispensar a realização de um deles. Contudo, confesso que gostaria de plantar várias árvores, ter alguns filhos e escrever muitos livros (em papel reciclado, é claro!!!).

Itália! Aí vamos nós...


Sempre sonhamos em ir a Veneza como cidade mágica do Amor, e agora surgiu a oportunidade para lá ir. Estamos ansiosos por fugir de tudo e todos e durante 8 dias sermos só um para o outro, sermos autênticos turistas, esquecermos as nossas rotinas e viver intensamente cada dia como único, usufruir do nosso grande Amor que nos une e alimentar a chama da nossa paixão.
Estamos com o pito aos saltos (como diz o Sol)para partir sem olhar para trás rumo à realização do nosso sonho, ainda de "catraios", quando começamos a namorar.
Vamos celebrar o nosso primeiro ano como casados em Veneza o que é uma benção dos ceús, será uma 2ª lua-de-mel. Vamos eclipsar-nos e por isso estaremos uns dias ausentes aqui do nosso querido blog, mas será por uma boa causa, vamos viver intensamente, reavivar o nosso Amor, coleccionar memórias que serão testemunhadas aqui e serão uma força extra para encarar os dias duros que a vida diária às vezes nos dá.
Estamos em contagem decrescente para partir...

Itália aí vamos nós...

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Uma surpresa


O Sol sabe que eu adoro ler Paulo Coelho por isso sabendo que ele lançou um novo livro apressou-se a comprar-me um e a oferecer-me de surpresa.
E é com estes pequenos nadas que o Amor soma e segue...

Deixo-vos a sugestão de leitura que será a minha nos próximos dias e esperemos que este livro seja tão bom como os demais.

Um abraço enorme

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Rumo a Fátima


Este fim-de-semana vamos a Fátima como já há muitos anos o fazemos.
São dois dias em que lavamos a alma, reflectimos e paramos, pedimos e muito mais agradecemos aos pés da Nossa Senhora de Fátima.
Encontramos centenas de amigos que não vemos durante o ano ou mesmo há anos, rezamos, rimos e partilhamos um pouquinho de nós.
Ao longo dos anos vamos atraindo outros para ir connosco pois a alegria contagiante com que voltamos fala por si.
Esperamos que este ano seja tão bom como os demais e para nós vai ser especial pois vamos pela 1º vez a Fátima como Casados!!! Vamos agradecer o nosso Amor que continua a crescer e a fortalecer-se dia após dia.
Um grande abraço e bom fim-de-semana.

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Sorte


Hoje tive uma sobremesa especial que até me deixou mais bem disposta e mais inspirada para actualizar o meu currículo.
Estou decidida a procurar um novo emprego onde me possa sentir mais realizada e seja valorizada pelo que faço.
Deseijei-me sorte pois vou precisar de muita para ser chamada para um novo local de trabalho.

Um abraço do tamanho do mundo

Lua

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Prioridades


Cada vez mais vou aprendendo a gerir prioridades seja no trabalho, na família nas tarefas de casa. É vital para conseguir gerir o nosso stress diário estabelecer metas alcançáveis e aprender a justificar a falta tempo para mais.
Cada vez me exigem mais a nível profissional o que chega a ser escravatura comigo e com os colegas, aprendi a fazer o mais importante e a borrifar-me para burocracias e "paneleirices". Não é fácil trabalhar por dois no nosso local de trabalho e ainda gerir uma casa e um uma rede de relações familiares e de amizade para quem de vez em quando temos de ter tempo sobe pena de perdermos o seu carinho.
Tudo se torna mais fácil quando se tem uma prioridade máxima na vida "O meu Sol" para ele tenho de ter sempre tempo, espaço e disposição para conversarmos ou simplesmente estarmos de mãos dadas tudo o resto vem a seguir. O meu lar e a minha família vêm de seguida. Depois a minha fé e todas as actividades relacionadas com ela que tanto prazer me dão e só por fim vem a minha profissão que um dia foi prioritária mas hoje com as condições desumanas em que laboro fizeram com que esta passasse para os últimos lugares.
Sonho com o dia em que possa trabalhar em algo que realmente gosto, com colegas com os quais me identifique, onde possa dar o meu melhor e ser reconhecida por isso. Até lá a força para enfrentar o meu duro dia a dia vem da minha prioridade máxima - O meu Amor. Por ele tudo vale a pena e às vezes acho que é por ele que eu não fico maluca como aqueles de quem cuido...
... enfim acho que estou a precisar urgentemente de férias e de seguida de mudar de emprego...

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Abençoada


Sentir-me abençoada é acordar de noite com o nosso mais que tudo a dizer-nos "Eu Amo-te" meio a dormir meio acordado.
Senti-me verdadeiramente uma mulher Feliz e até me correu melhor o dia e tudo...
Abençoado sejas ó Sol por me abençoares com o teu Amor!!!

AMO-TE MUITO...

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Parto em Casa


Nutro um sonho, ter os meus filhos na água em casa junto do meu Sol podendo ser Lua em toda a minha feminilidade, ouvindo a nossa música, sentindo o aconchego do nosso lar, cheirando o perfume da nossa velinha de casamento, assistida por um profissional competente e em quem confie, recebendo no peito o nosso filho, fruto do nosso Amor que em Amor e silêncio será recebido e afagado a quatro mãos...

Um sonho que hoje sei que pode ser possível...




p.s. Foi por este sonho que acrescentei alguns blogs, e páginas para quem estiver curioso, ou interessado, poder pesquisar e pedir ajuda, e quem sabe realizar também o seu sonho!

Fascínio pela Lua e pelo Sol


Eu sou suspeita para falar mas sou uma apaixonada pelo Sol, pela sua beleza, pela sua força, pela sua intensidade e pelo que consegue fazer à sua volta dando-se ao outros inteiramente.
Também sou suspeita para falar da Lua (ou não fosse eu uma)mas nutro um grande respeito pela sua figura que esteja ela cheia ou apenas visível metade nunca deixa de ser inteira e completa. Dizem que ela é mentirosa, eu creio que ela é apenas mulher e como mulher não gosta de dar o ouro ao 1º bandido, por isso, para a perceberem precisam primeiro de a conquistarem e compreenderem. Ela gosta de mostrar sempre o perfil que mais a favorece e como não gosta de monotonias vai mudando de posição rumo ao seu objectivo (sim porque a Lua nunca esquece a sua grande e nobre missão de iluminar a noite!). Aprendi desde pequena que o quando se mostra um C (nós costumamos dizer quando está um C mais fininho que está de fio-dental, e quando está mais um C mais grossinho que está andar de baloiço)está a diminuir.. Quando se mostra em D (nós costumamos dizer que parece grávida)está a crescer.
Gostava que estudassem melhor a Lua pois acho que ela tem tantas semelhanças com as mulheres e é tão feminina e influente que consegue controlar-nos a todas e a todos (porque os homens quer queiram quer não acabam por andar ao bel-prazer das hormonas femininas). Deixo a sugestão deste estudo!!!
E vocês o que acham da Lua e do Sol????

sábado, 9 de agosto de 2008

Ideias luminosas


Não sei se é por o Sol estar de férias, ou se por eu estar a trabalhar como uma condenada, a verdade é que temos andado inspirados- E para que fique registado os autores das seguintes ideias somos nós e vós sois a prova disso.

- Porquê que nunca nenhum brilhante cientista Português se lembrou de produzir combustível através da couve galega?

Era a salvação de Portugal que tem couve galega em todos os cantos e quinas sem capacidade de resposta do sector da restauração, teria, deste modo, combustiveis mais baixos e poderia ser o produtor internacional do combustível verde.

-Porquê que não existe nos DVD's e afins a opção de ouvir o CD ou ver o filme a começar de trás para a frente?

Era a salvação de quem compra um CD novo e o põe a tocar todos os dias com a ansia de o ouvir todo mas como tem sempre pouco tempo acaba todos os dias por ouvir as mesmas primeiras músicas e ainda não ouviu as últimas.


- Porquê que os moteis não têm serviço de babysitter incluído?

Era a salvação de muitos casais( e quem sabe casamentos) que, por não terem com quem deixar os filhos, nunca podem ir usufruir de uma sessão tórrida de sexo a dois e experimentar novas sensações.



Deixamos as sugestões que gostariamos de um dia ver realizadas, e nesse mesmo dia poder pensar que demos o nosso pequeno contributo para a Humanidade.


Beijo enorme e bons eclipses (estejam de férias ou a trabalhar)

Sol e Lua

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Hoje apetece-me...


Hoje apetece-me cantar
cantar o Amor
cantar a amizade
cantar a felicidade

Hoje apetece-me viver
viver a alegria
viver a partilha
viver a cumplicidade

Hoje apetece-me agradecer
agradecer o carinho
agradecer o respeito
agradecer a paciência

Hoje apetece-me louvar
louvar a beleza
louvar a perfeição
louvar a dedicação

Hoje apetece-me festejar
festejar a paixão
festejar o desejo
festejar a luxúria

Hoje apetece-me entregar
entregar o meu Amor
entregar o meu corpo
entregar a minha alma

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Orgasmo (s)


Hoje foi um daqueles dias em que pude dormir até tarde e acordei molhadinha, vesti umas cuequinhas pretas de renda de fio dental com o firme propósito que fosse o Sol a tirá-las quando chegasse ao final do dia.
Cuidei da casa com um vestidinho curto preto, como uma boa dona de casa, mas a minha imaginação não parava de me imaginar a provocá-lo indecentemente.
Com a aproximação da chegada do meu Sol minha excitação crescia exponencialmente e a minha humidade também, de tal modo que quando ele chegou fui-o esperar à porta e atirei-me nos seus braços e beijei-o. Ele leu no meu corpo o que eu queria e nos meus olhos exactamente o que eu desejava. Entreguei-me aos seus cuidados, aos seus hábeis dedos e à sua ágil língua que me deu um orgasmo de parabéns formidável. Daqueles em que se subo numa nuvenzinha ao céu sentindo-me única, especial, amada e vejo o Sol e todo o Universo lá de cima e os sentidos parecem ficar mais despertos para abarcar tais sensações e os olhos choram com a emoção da beleza que contemplam no momento... e desço devagar na mesma nuvenzinha totalmente consolada para respirar fundo e abraçar bem forte aquele que continua a fazer-me sentir intensamente mulher e imensamente desejada.
Os carinhos continuaram e um novo orgasmo inesperado surgiu com o meu Sol bem dentro de mim, a acariciar-me por dentro continuando os carinhos e os cuidados de há momentos e fazendo-me voar nas suas asas de voo picado ritmado e intenso.
Estes foram o nosso presente um para o outro que nos deixaram muito bem dispostos e com a certeza que devia ser registado para a posteridade, por isso aqui fica a memória de mais um momento único do nosso Amor.

Solteirona In(Feliz)


Lua: "Vamos apresentar a Vânia ao Chico, eles têm tanta coisa em comum, tenho a certeza que poderiam ser bons amigos,... ou algo mais..."
Sol: "Tu e a tua mania de seres casamenteira, lembra-te Lua que as pessoas solteiras também podem ser felizes com a sua opção"
Lua: "Sim, eu sei que podem ser felizes mas se isso derivar de uma opção livre e esclarecida e não por ser a única que a vida lhes ofereceu ou eles mesmos permitiram que lhes fosse oferecida"
Sol: "Por opção ou por imposição podem ser felizes"
Lua: "Mas eu acredito que seriam ainda mais felizes junto de alguém que as Amasse e a quem pudessem Amar profundamente"
Sol: "Tu e a tua veia Romântica fazem-te acreditar que é assim, mas não somos todos iguais e as pessoas mais práticas preferem ficar sozinhas do que mal acompanhadas"
Lua: "Nesse aspecto tens razão, antes só que mal acompanhadas mas quando bem acompanhadas não há felicidade solteira que se compare à felicidade do Amor"
Sol: "Mas isso é quando existe Amor, e além do mais as pessoas solteiras podem Amar como no caso dos padres e das freiras, e tu sabes que os nossos amigos que são padres e freiras são muito felizes na sua opção"
Lua: "Mas esses Amam e muito, deixaram o seu coração inflamar-se por alguém, eu falo daqueles que vivem na morna existência de não viver o Amor, de não sentir a paixão diária por alguém a quem se Ama"
Sol:... (em silêncio pensava e olhava para mim num misto de incredulidade e de apaixonado pois sabe que sou boa a arguir aquilo em que acredito)
Lua:"Além do mais temos uma missão no mundo difundir e testemunhar o Amor, por isso como poderemos saber se vai resultar ou não se não tentarmos, afinal só os vamos apresentar o resto do trabalho é do Espírito Santo e a caminhada é deles"
Sol:
"OK, OK, eu vou dar um toque ao Chico e tu trata da Vânia, afinal eles têm mesmo muito em comum, pode ser que tenhas razão"

Este diálogo embora com nomes fictícios retrata bem alguns dos nossos diálogos desde há muitos anos, tudo porque como já devem ter percebido sou uma romântica assumida e com muito orgulho de o ser.
Ao longo do nossa caminhada juntos já unimos uma casal de amigos (ela era minha amiga e ele era amigo dele) a quem demos os contactos um do outro dizendo a cada um que era o seu príncipe e princesa encantado/a, eles acreditaram, conheceram-se, tornaram-se amigos e depois namorados, casaram e nós fomos os padrinhos de casamento e têm uma linda menina. Outras tentativas não foram bem sucedidas porque as pessoas não acreditaram (que Deus às vezes serve-se de mensageiros para nos transmitir uma mensagem, não acreditaram que há pessoas que têm uma sensibilidade acima da média para estas questões do coração, e por fim ou talvez a razão mais importante, não acreditaram em si mesmos, na sua capacidade de conquistar, de se entregar, de Amar alguém.
Creio que muitas pessoas estão sozinhas porque quando o Amor lhes bate à porta eles o deixam fugir com medo que seja ladrão, a verdade é que é mesmo o nosso Amado vem roubar-nos o coração mas em troca dá-nos o seu :-)
As pessoas têm medo de mudar, têm medo de avançar, têm medo de se magoar, têm medo... e esse medo paralisa-as e impede-as de seguir o seu coração e de serem felizes.
Tenho na família alguns exemplos de tias e primas que são solteiras ou solteironas (como lhe queiram chamar) porque um dia implicaram tanto com os pobres dos moçõs, puseram-lhes tantos entraves, defeitos e exigências que eles embora gostando muito delas acabaram por se cansar achando que nunca iriam conseguir satisfazer os requisitos para serem seus maridos. Eles que estavam dispostos a Amar casaram com outras mulheres menos exigentes e têm famílias bonitas e felizes embora digam com seriedade que se na altura elas tivessem feito um esforço para que o namoro resultasse teriam casado com elas e as teriam feito muito felizes.
Por isso se vos posso dar um conselho:
"Amar custa, dá trabalho, dá medo, faz sofrer às vezes mas nunca entres numa relação sem ser por inteiro, sem ser de alma e coração, sem o risco de partir a cara o coração e o corpo todo porque é isso que dá pica.O resultado final depende sempre do investimento prévio e do grau de risco envolvido por isso quanto mais investires de ti e quanto mais risco o teu coração correr mais probabilidades tens de SER MUITO FELIZ NO AMOR!!!"

quarta-feira, 9 de julho de 2008

LIBERDADE



Ao vaguear pelo blogger da amiga "Um profundo olhar" identifiquei-me com as suas palavras que aqui transcrevo e subescrevo...

"Amo a liberdade,
por isso deixo as coisas que amo livres.
Se elas voltarem é porque as conquistei.
Se não voltarem é porque nunca as possuí...
E assim sendo não me contento com a metade,
porque Eu mereço tudo......"

In: http://profundoolhar.blogspot.com/

Porque eu também dou tudo a quem Amo e nunca ficaria completa, preenchida, realizada, Feliz pela metade!!!

Inspirada


Hoje quero cantar
Hoje quero gritar
Que te Amo
Hoje mais do que ontem
Hoje menos do que amanhã
Porque o Amor cresce

Hoje como ontem sou tua
e serei-o para todo o sempre.

És o meu herói,
o meu exemplo de força e coragem
por quem me babo todos os dias.

És um homem intrinsecamente bom,
imensamente bom para todos
e infinitamente bom para mim.

Sou muito feliz do teu lado
e sou-o ainda mais por te fazer Feliz.

Desejo cada pedacinho,
cada pormenor de ti
meu anjo e meu calimero.

AMO-TE MUITO

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Doces Recordações


Já lá vão 9 meses de casados e o mais curioso é que não sentimos rotina nem desgaste na nossa relação, continuamos cada vez mais apaixonados. Temos mais trabalho, mais responsabilidades mas também mais partilha e mais cumplicidade.
Gostamos muito de rever as nossas fotos e o nosso vídeo do casamento, o dia mais feliz das nossas vidas...
Sempre que re-ouvimos as palavras de um casal amigo no fim do nosso casamento a dizer-nos "Parabéns pelo dia de hoje mas lembrem-se que este não é um fim de uma contagem mas o início de outra, faltam exactamente 28125 dias para as bodas de Diamante (75 anos de casamento)" uma lágrima corre, um sorriso se espelha, e uma oração nasce "Amén (Que assim seja)".

A todos aqueles que têm marcado a nossa caminhada e para todos aqueles que são a razão da nossa existência online (pois é para eles todo o nosso testemunho de vida, de casal e sobretudo de Amor) um grande OBRIGADO.

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Complô dos vizinhos


Após mais uma longa e cansativa noite de trabalho chagamos a casa com uma vontade louca de dormir e eis que isso se tornou hoje uma tarefa impossível para alguém que tem o sono leve como eu pois o vizinho do lado resolveu ouvir música nas alturas e o da frente de cortar lenha com a moto serra.
Hoje aquela frase de uma música do Rui Veloso parecia fazer todo o sentido: "...parece que o mundo inteiro se uniu pra me tramar...". Já que não conseguía dormir vim postar e mais logo deito-me mais cedo.
Desculpem virmos cá poucas vezes mas temos tido muito trabalho e o Sol encontra-se a estudar para o seu exame na sexta (torçam por ele se puderem).
Um grande abraço e bons eclipses cheios de calores e odores de Verão.

Beijos grandes

Lua

quarta-feira, 18 de junho de 2008

A triste solidão de uma semana de férias


Estou de férias sozinha em casa, o meu Sol vai trabalhar e eu trabalho também de outra forma cá em casa. São horas intermináveis de limpeza e de cozinha, de tiranço de ervas daninhas e de arrumação dos mil e um papeis que se acumulam à espera do dia da organização. Confesso que estou triste por não ter o meu Sol junto de mim, com este solinho apetecia dar um saltinho à praia e assim nem vê-la... mas não posso reclamar, só o facto de estar longe da minha tortura diária que é o meu trabalho é para mim uma fonte de alívio.
Férias, férias... sonho com elas se Deus quiser para Outubro quando juntos rumaremos a algum lugar longínquo pois só assim conseguiremos verdadeiramente relaxar e descansar. Até lá resta esperar e vou aproveitando o que se tem e mimando o meu homem de todas as formas possíveis e imagináveis.

Beijo grande e bons eclipses

Fim-de-semana familiar


Este foi um fim-de-semana diferente, dedicado na sua integra à família de um e do outro.
São tantos os fins-de-semana a trabalhar que o tempo que deveria ser dedicado à família não o é por isso este fim-de-semana resolvemos recompensá-los e vieram a nossa casa comer, conhecer a nossa nova sala e partilhar alguns bons momentos connosco ora de cortanço de relva ora de arrumação de armários, ora de ver um filmezinho ora rirmo-nos de momentos passados.
É bom ter os nossos pais e irmãos junto de nós mesmo que vá sendo cada vez mais difícil juntar todos porque uns crescem, outros emigram e o tempo de sentar toda a gente a uma mesma mesa escasseia. Mas é assim a vida e vai-se lá fazer o quê?

Um abraço enorme deste casal eclipsado

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Fim-de-semana romântico


O descanso dos guerreiros dos livros finalmente chegou na forma de um fim-de-semana romântico.
Rumamos à bela cidade de Viana do Castelo onde encontramos a cidade em festa e ainda mais bonita e cheia de actividades culturais e turísticas.
Foram dois dias muito bem passados numa cidade saudável à beira-mar plantada que muito bem nos acolheu.
O descanso dá asas à imaginação, revigora o corpo, embeleza o rosto e melhora a pele e tudo isto junto com uma mão cheia de boas recordações de muitos momentos passados a dois foi o que trouxemos de Viana.
Fica na memória a atribulada subida ao zimbório de Santa Lúzia, mas que vale o esforço, pois lá obtém-se uma das mais belas paisagens do mundo e lá trocamos mais uma e outra vez juras de Amor eterno, pois assim o sentimos e vivemos...

P.S. Deixo-vos a sugestão para até ao dia 10 de Junho irem a Viana e verão que não se vão arrepender!!!

Já sou Mestra :-)


Já sou Mestra em Educação para a Saúde uma área na qual acredito e aposto diariamente.
No dia marcado eu e a minha força (chamada Sol) rumamos à Universidade com algum nervosismo mas com a certeza que muitos estavam a rezar e a torcer por mim e por todos eles eu ia dar o meu melhor. A verdade é que correu tudo melhor do que eu esperava, tirei e nota máxima MUITO BOM COM DISTINÇÃO POR UNANIMIDADE o que foi para mim e para o meu Sol uma grande alegria e emoção, a recompensa por tantos momentos abdicados em prol de um projecto comum de um sonho partilhado.
Venho humildemente agradecer a todos aqueles que rezaram, torceram, fizeram fisgas por nós, o nosso mais sentido e profundo OBRIGADO.

Àquele que me acompanhou ao longo deste percurso, que foi para mim a minha força, o meu estandarte, a minha certeza, a minha inspiração e todas as minhas razões - O meu Sol - tenho vindo a dar-lhe o meu OBRIGADA por gestos e carinhos porque as palavras são sempre insuficientes quando se trata de AMOR!!!

terça-feira, 27 de maio de 2008

Amanhã é o dia D


Rezem por mim por favor...

Um beijo grande e bons eclipses

Lua

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Um Domingo só nosso...


Há muito que não tínhamos um domingo só nosso pois andamos sempre ou em actividades ou em visita às famílias de origem. Assim, decidimos que este seria só nosso, só para nós os dois na nossa rica casinha.
Quando cheguei de trabalhar de manhã enfiei-me nuns lençóis quentinhos onde o meu homem me esperava no limbo do sono. Com a chuva e o frio lá de fora que contrastava com aquele ninho de Amor e aconchego senti-me no céu, a recompensa por uma longa e cansativa noite de trabalho. Ser abraçada e amada, embalada e adormecida por aqueles braços foi o que estava a precisar há muitas horas.
Seguiu-se um banho partilhado, um almoço gostoso, um filme da "Sissi" e um "dolce far nienti" no sofá da sala onde conversamos, sonhamos juntos, fizemos planos para o futuro, admiramos a nossa nova sala tão colorida e sem nunca nos cansarmos contemplamos a beleza um do outro. Seguiu-se um jantarzinho bom e uma massagem relaxante ao Sol no final da qual quem ficou mais relaxada fui eu e acabei por adormecer novamente junto do homem que eu Amo e junto do qual tudo faz sentido.

Eu Amo-te meu Sol, meu príncipe encantado, minha razão de viver...

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Indiana Jones - O regresso!!!

Este é sem dúvida um filme que nós não vamos perder...



P.S. E pelos vistos é professor nos tempos livres :-)

terça-feira, 13 de maio de 2008

Estou a entrar em stress...


O carro do Sol avariou, raios partam os carros que só dão problemas, o vizinho da frente hoje decidiu não me deixar dormir a fazer barulho, e tenho uma tese para defender e não tenho tempo para me dedicar a ela. A defesa será no final do mês e não me sinto nada preparada para levar na cabeça... tenho medo e ando tão cansada que nem consigo pensar direito para preparar a defesa. É Dura a vida de estudante, é dura a vida de uma mulher...

P.S. Desculpem o desabafo mas hoje não deu para dizer coisas bonitas...

Beijos e bons eclipses

sexta-feira, 9 de maio de 2008

"Fumigas e afins..."


Vou contar-vos duas histórias, uma contada geralmente pelas crianças e que tem imensa graça, sendo contada por elas, e outra história nossa fruto da invensão maravilhástica do Sol.

1ª História

"Duas fumigas encontram-se, viram-se uma para a outra:
-'Como te chamas?'
-' Fu??
-'Fu quê??
-'Fumiga'
-'E tu como te chamas?'
-'Ota'
-'Ota quê?'
-'Ota fumiga."

2ªHistória
Uma formiga no outro dia mordeu-me o rabo, na brincadeira comentei com o Sol, que além de não ter gostado da brincadeira de andarem outros seres a morder o rabo da sua mulher,logo perguntou se era uma fumiga ou um fumigo?.
-"Não sei, como é que achas que se poderia descobrir isso?"
Rimo-nos os dois e pensava eu que a conversa tinha ficado por ali, mas passados alguns minutos o Sol diz vitorioso "Já sei"
-"Já sabes? Já sabes o quê?"
-"Se era fumiga ou fumigo?"
-"E como sabes isso queres explicar-me?"
-"É simples, era um fumigo porque se fosse uma fumiga tinha ido directa ao clítoris, como ainda andava à procura dele era um fumigo!"
lol...lol...lol...lol...lol...lol...lol...lol...lol...lol...lol...

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Para o Sol da minha vida...




...com todo o meu Amor!!!

P.S. Encontrei no youtube e gostei da mensagem, perdoem os erros abrasileirados e retenham-se no conteúdo.

Uma sobremesa fora de horas...




Hoje pecamos, mas foi um pecado pequenino…
Comemos a sobremesa antes do almoço… é que… sabem… apetecia-nos tanto… que resolvemos deitar as regras e os horários, as normas e os bons costumes e “atacamos” a sobremesa com unhas e dentes, línguas e lambidelas…
E sabem que mais… foi bom… foi muito bom… soube-nos pela vida infringir as regras e pecar juntos, porque “o fruto proibido é sempre o mais apetecido” e então sem contar, inesperado e de surpresa sabe ainda melhor.

Obrigado meu Sol por seres sempre todas as minhas razões para sonhar, acordar, viver e sorrir… Amo-te muito!!!

Homenagem ao Sr. G


Esta noite um dos meus velhinhos foi hospitalizado, precisamente no dia do funeral da esposa. Quando falei com ele chorava copiosamente, não pelas dores físicas mas pela dor da alma, como se lhe tivessem roubado a própria vida e num acto de crueldade o tivessem obrigado a sobreviver. As lágrimas corriam-lhe pelo rosto enquanto me contava a história da sua vida, um homem simples como tantos outros, mas honesto e honrrado, trabalhador e pai amissíssimo dos seus filhos e netos. As palavras dele ecoam em mim: “Ela apaixonou-se ao ver-me assim doente…afligiu-se e foi embora sem mim”. (É possível continuarem apaixonados aos 80 anos de vida e eles são a prova disso!). Um simples homem que tinha na esposa a razão de tudo quanto era e de tudo o que conseguiu conquistar na vida, que não era mais que um palmo de terra e uma casinha, mas tinha conseguido construir algo muito mais belo e maior com o seu Amor – A sua família. Procurei consolá-lo sem saber como pois as lágrimas corriam-lhe pelas rugas do rosto e eu segurava as minhas de tão emocionada com a sua tão simples e tão bela história de Amor. Na verdade não me consigo imaginar a perder o homem que Amo, o companheiro de uma vida, o confidente de todas as horas…nem hoje nem nunca… e para mim olhar aquele lindo e sábio velhinho do Amor era perceber que um dia se ficasse no lugar dele eu não conseguiria ter a força e a coragem que eu lhe pedia para ter, e por isso o meu coração discordava de minhas palavras.
Felizmente ainda há histórias de Amor, que duram uma vida inteira, e são elas que nos dão força para continuarmos a acreditar, a viver e a dar testemunho do Amor autêntico.
Aqui fica esta homenagem ao Sr. G, porque não são apenas os famosos que merecem homenagens, para mim tinham muito mais sentido serem homenageadas estas pessoas simples que com Amor construíram suas vidas e suas famílias do que jets ocos e inúteis.
Obrigado Sr. G pelo que hoje aprendi consigo!!!

terça-feira, 6 de maio de 2008

Chefe


O Sol vai ser chefe dos escuteiros, ele tem carisma para ser líder, tem uma aptência nata da lidar com os outros e todos o adoram, desde o bebé até ao mais velho. Foi até agora caminheiro de serviço na secção dos exploradores (lenço verde e branco) e os miúdos adoram-no, idolatram-no, imitam-no tal é sua admiração deles por ele.
Através do Sol conheci os escuteiros, e fui integrada nos seus princípios e em algumas actividades, para ajudar o meu Amor, e a verdade é que tenho aprendido muito com a sua filosofia de vida.
Esta é mais uma actividade que nos rouba algum tempo a nós mas que é por uma boa causa, e tal como dissemos no ofertório do nosso casamento "Senhor ajuda-nos a roubar tempo ao tempo para te adorar e servir dando sempre testemunho de fé e de Amor".
Amén

sexta-feira, 2 de maio de 2008

Vamos ser Padrinhos!!!


De uma linda e pequenina Inês!!!
O casal, nosso amigo, pais de dois filhos, fizeram a escolha para os padrinhos da sua menina com base no testemunho de Amor cristão que nós transmitimos. Foi com estas palavras que nos convidaram a ser modelo para a sua filha e nós encantados e lisonjeados aceitamos o convite.
Já temos um afilhado, um menino de seis anos que é simultâneamente nosso sobrinho e que temos ajudado a crescer em estatura e em graça. Esta menina foi uma presente do céu para nós como padrinhos. Estamos cientes dos nossos deveres e responsabilidades e faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para ajudar a nossa Inês a ser muito feliz!!!