quinta-feira, 12 de julho de 2007

Virgindade



"Virgindade é uma lição de paciência que a vida ensina ao corpo”

Há muito que queríamos escrever sobre a virgindade mas não sabíamos por onde começar nem como o fazer, além do mais é um assunto delicado e queríamos ter tempo para com ele dar testemunho de Amor.
Eis que chegou o momento de vos confessar que “SOMOS VIRGENS”!!!
Escolhemos começar o nosso relacionamento pelo princípio, por nos conhecermos. Após um mês de namoro veio o 1º beijo, alguns meses mais tarde a primeira apalpadela, alguns anos mais tarde o 1º stryp tease, e ainda mais anos passados a primeira masturbação em conjuntos.
Escolhemos ir devagar e subir cada degrau a seu tempo, e tudo soube maravilhosamente porque foi feito na altura certa, quando nos sentíamos preparados para tal. Escolhemos, muito mais tarde, continuar a explorarmo-nos mais intimamente mas de modo a darmo-nos de presente um ao outro no dia do nosso casamento. Demos atenção aos preliminares nestes últimos anos, ao empatar fodas (como alguns diriam), ao descobrir cada sinal, cada recanto de prazer um do outro. Aprendemos muitas coisas, tantas que até dariam para escrever um livro…mas a maior de todas elas foi que com Amor tudo é mágico, tudo é belo, tudo é bem, tudo é natural e espontâneo.
Fizemos esta escolha por acharmos ser a melhor para nós, talvez para outros esta não seja a melhor opção, mas que acreditamos que todos sairiam a lucrar com esta forma de namorar acreditamos muito sinceramente que sim.
Foi difícil em muitos momentos aguentar, respirar fundo e controlarmo-nos mas Amamo-nos ainda mais por isso, isto só nos provou o quanto somos fortes, o quanto sabemos e podemos resistir, o quanto “os temos no sítio” porque a cabeça e o coração mandam mais que os instintos primários.
Somos virgens por opção e temos muito orgulho nisso!!!

3 comentários:

Rute Pinto disse...

Acho bem. é uma escolha pessoal e escolha de casal, sobretudo.
o que me "faz confusao", digamos, é o significado de virgindade.. Para mim, nao é o facto de haver relaçoes sexuais, o acto em si, mas o facto de se guardar o corpo para ser partilhado totalmente num momento. Ser o momento único de partilha, fisica e espiritual, com a pessoa que se ama(ou talvez não). e visto que voces ja tiveram varias experiencias, pergunto-me.. qual a diferença de esperarem pelo casamento para a penetraçao, propriamente dita? e porque "aguentar"?
é decerto um tema "polémico", com o qual tenho opiniao diversa.

Eclipse com Amor disse...

A virgindade é um caminho de Amor!
Este caminho nos ensinou muitas coisas:aumentou a nossa paciência, intenficou nosso desejo, apurou nossa criatividade, incentivou-nos a ler e a aprender mais sobre sexualidade...
Não podemos falar de outros caminhos porque não os conhecemos mas podemos dizer que estamos muito felizes com a nossa opção. Curiosamente descobrimos que muitos tratamentos obrigam a uma abstinência (ou seja uma virgindade temporária)em casos de impotência sexual, desejo sexual hipoactivo na mulher, tentativas frustadas de engravidar...Tudo isto para que as pessoas não vejam o sexo como um fim mas como um meio de dar e receber Amor. O aprender a relaxar, aprender técnicas de preliminares e não querer desesperadamente o orgasmo...são artes milenares que remontam à India e muito temos a aprender com eles.

Escolhemos o dia do nosso casamento como o dia D porque é o dia mais sonhado e mais esperado de nossas vidas mas mais do que o fim da virgindade é o início de um novo caminho de Amor com base no planeamento familiar.

Beijos da Lua e do Sol

Anónimo disse...

Kem diria k eram virgens.é uma opçao e felicidades por isso..